Há muito que foi previsto o abandono da estratégia B2B das redes sociais, mas as estatísticas não demonstram esse acontecimento.

As redes sociais têm mais de 3 biliões de utilizadores activos no mundo, o que é um optimo “lugar” para as empresas encontrarem os seus clientes. Por isso algumas marcas chegam a gastar 40 biliões de dólares com estratégias de marketing redirecionadas para as redes sociais com o objectivo de impulsionar o volume de negócios.

Esses boatos foram lançados devido a escândalos em que alguns dados foram perdidos, hackeados e fornecidos a empresas com intuito politico (caso Cambridge Analytica)

Embora os números de seguidores não atinjam valores astronómicos como estrelas de cinema, cantores, marcas B2C, as empresas sentem-se obrigadas a estarem com uma presença forte no social.

Segundo weidert e Content Marketing Institute 83% dos profissionais de marketing B2B usam as redes sociais e optam por pelo menos um dos “Big Four” (Linkedin, Twitter, Facebook, Youtube) para divulgarem o seu conteúdo.

54% dos profissionais de marketing B2B abordados no estudo afirmaram já terem gerado leads através destes meios e por isso 78% das empresas analisadas possuem equipas a tratar desta tendência.

As vantagens trazidas por terem uma presença mais forte reveu-se numa melhoria da optimização de marketing, experiência do cliente, melhorias no conhecimento da marca e algum aumento nas receitas.

Analisando em mais detalhe cada das redes podemos concluir que:
No linkedin 89% dos profissionais de marketing B2B utilizam esta plataforma para distribuir conteúdo, para divulgação de eventos e até recrutar novos trabalhadores.
Sabe-se que os utilizadores de Linkedin são 4 vezes mais propensos a visitar o website da empresa do que os do Facebook (bebusinessed). E por isso gera a maior taxa de conversão sendo de (2,74% enquanto o Twitter apresenta um valor de (0,69% e Facebook de (0,77%).

O Facebook apesar de ser muito utilizado deixa um pouco a desejar devido à eficácia em negócios.
Para terminar, referimos o youtube que pelo facto de apresentar material em vídeo, tem um impacto mais positivo a nível de ROI

Concluindo, no B2B tal como no B2C é necessário perceber onde e quando atuar, testando e analisando os resultados. Sendo que uma presença em redes sociais é sempre positivo para dar a conhecer a marca e explicar de que se trata o negócio.

 

Em breve deixaremos algumas dicas nesta área para empresas!

 

 

Sílvia Barros

Gestora de Marketing

Artigos Relacionados

Chegou o Facebook News

Facebook Notícias (em fase de testes) Na Barra superior do Facebook caso os testes corram de forma positiva, poderá aparecer para todos os utilizadores desta app uma espaço onde irá ser possível aceder às noticias. Para já esta funcionalidade apenas está disponível...

Facebook Informações

Segue estes passos e descobre as informações pessoais que divulgas através da app Facebook.

Será o fim dos likes?

O Instagram anunciou que irá ocultar o número de likes em fotos/vídeos e que apenas o “dono” do perfil terá acesso a essas informações. Será o início de um novo capítulo! Onde a importância estará mais no conteúdo da publicação, na criatividade e na atração do que no...

Ao continuar a utilizar este website, aceita os cookies. Ler Mais

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close